NOSSA INSPIRAÇÃO

Fomos buscar no caquizeiro a inspiração da nossa pedagogia.

 

Inspirados na crônica de Rubem Alves chamada ‘O Caqui’, elaboramos nossa proposta de educação.

 

Na crônica do Rubem, o caqui representa sedução, excitação, fruto do conhecimento e prazer.  Da mesma forma, sua árvore, o caquizeiro, é um símbolo de renascimento, preservação, resiliência, beleza e de esperança na vida. No nosso entendimento, a educação deve ser experimentada dessa forma prazerosa.

 

Sem abrirmos mão da nossa proposta de levar para educadores e educandos, pais, empresas e toda gente que quer aprender/ensinar uma pedagogia empática, crítica e criativa – PECC - ,  dividimos nossa atuação pedagógica em: frutos, galhos, troncos e raízes. Não entendeu? A gente explica no próximo slide.

RAÍZES

Fontes de inspiração e alimentação das nossas práticas pedagógicas:

 

  • Ética Humanística

  • Pedagogia da Esperança

  • Pedagogia do Afeto

  • Pedagogia do Compromisso

  • Pensamento Complexo

  • Transdisciplinaridade

  • Construção de Relações

  • Resolução Criativa de Problemas

  • Significações e leitura do mundo

TRONCO

Sustentação das competências da nossa Pedagogia, estruturadas nos pensamentos:

Empático

  • Autoconhecimento

  • Presença

  • Aceitação da diversidade

  • Comunicação empática e não-violenta

  • Cuidado

Crítico

  • Leitura do mundo

  • Agir sobre a realidade

  • Problematizar e solucionar

  • Comunicação Crítica

  • Reflexão Crítica

  • Alteridade

Criativo

  • Brincar com muitas ideias

  • Considerar ideias inusitadas

  • Estranhar o senso comum

  • Escolher para seguir em frente 

  • Testar, errar, repensar, refazer...

GALHOS

Os Galhos se ramificam em:

 

Premissas básicas da nossa abordagem humanística:

  • Entender cada realidade

  • Acolher e Escutar

  • Implantação e assessoria de projetos educacionais

  • Educação Corporativa

  • Cursos, Oficinas, Consultoria e Seminários

  • Curadoria de conteúdos

  • Cafés Pedagógicos

  • Rodas de Conversa

  • Publicações

FRUTOS

As novas competências despertadas nas pessoas:

  • Despertar a aprendizagem

  • Maior autonomia

  • Maior capacidade de se relacionar

  • Poder de crítica

  • Entendimento dos próprios sentimentos

  • Liberação do potencial criativo

  • Capacidade de foco

  • Leitura das pistas emocionais

  • Capacidade de comunicação